Tratamento da depressão, AUTO-AJUDA

Tratamento da depressão, AUTO-AJUDA

A Auto-ajuda no tratamento da depressão é o verdadeiro segredo para sair de estados depressivos e fazer deles um trampolim para estados superiores de consciência de si e da vida. Se estiver com sintomas de depressão é possível que se sinta exausto, triste, desvalorizado, sem motivação e esperança. Estes pensamentos e sentimentos negativos levam-nos muitas vezes a querer desistir e a deixar de acreditar que algo melhor virá, como se o nosso fogo interior se tivesse apagado.

Libertar os Pensamentos negativos

Todos estes pensamentos negativos fazem parte da depressão e é típico a pessoa não conseguir discernir e reflectir com realismo e precisão na maioria das circunstancias. A pessoa deixa de confiar em si e na vida.
Para ser possível libertar de um estado depressivo e fazer um tratamento da depressão é essencial aprender a ter a consciência do tipo de pensamentos que se está a ter e tomar uma atitude radical relativamente à energia que está a despender para se auto-sabotar e se auto destruir. Libertar neste momento a resistência à mudança e permitir-se entrar num processo de aceitação de como se é e o estado em que se está como uma forma de crescimento.
A pessoa tem de assumir a responsabilidade pelo seu estado de depressão e ter a percepção que a saída do estado depressivo é uma decisão da própria pessoa que tem de optar entre o “sábio e o coitadinho” e escolher qual dos dois quer ser.

Procurar a força e o poder interior

Aprender também que ser uma pessoa positiva pode ser inato ou pode ser uma aprendizagem resultante de um treino diário. É possível aproveitar o estado depressivo como um aliado à descoberta de poderes e potenciais que não temos consciência deles e que estes estados de dor e de interrogações nos faz procurar dentro de nós forças e talentos que desconhecíamos. Forças e poderes que vão servir para alimentar o nosso fogo interior e nos dar um impulso poderoso e positivo na nossa vida.

Estar bem e feliz é uma responsabilidade só sua, aprenda como pode libertar-se:

  • Definir metas realistas e razoáveis tendo em conta o estado depressivo e assumir uma quantidade razoável de responsabilidades, ter atitudes, agir.
  • Abandone as rotinas que não a façam sentir bem e, estabeleça algumas prioridades e faça o que puder, e como poder desde que seja para se fazer sentir bem e melhor consigo mesma.
  • Tentar sair com outras pessoas e confiar em alguém, é geralmente melhor do que estar sozinho e isolado.
  • Participar em actividades que podem fazer sentir-se melhor, Actividades criativas, deporto no mar, cursos de programação neuro-linguistica, etc .
  • Exercícios leves, ir ao cinema, ou a participação em actividades espirituais, sociais ou outras pode ajudar.
  • Faça por mudar o seu humor para que ele melhore gradualmente, deixe-se contagiar por pequenas coisas simpáticas e alegres.
  • Sentir-se melhor, leva o tempo que você precisar para se permitir ser alegre e diferente.
  • É aconselhável adiar decisões importantes até que a depressão esteja curada.
  • Antes de decidir fazer uma transição significativa mudança de emprego, casar ou divorciar, aconselhar-se com outras pessoas que o conhecem bem a situação e que têm uma visão mais objectiva da situação.
  • Uma depressão cura-se com um processo gradual e com a ajuda de pequenas acções que faze a pessoa sentir-se feliz com ela própria e orgulhosa de si. Em resultado a pessoa vai sentir-se um pouco melhor a cada dia que passa.
  • Lembre-se, os pensamento positivos irão substituir os pensamentos negativos e isso é que lhe trará a luz à sua vida. Aprenda com o poder das afirmações.
  • Deixe a sua família e amigos ajudarem.

Estes são pontos fundamentais na auto-ajuda no tratamento da depressão e se os conseguir cumprir é certo que estará a plantar boas sementes que irá depois colher os bons frutos.

Texto original de Love Dolhpin para o site www.tratamentodadepressao.org

“Reprodução permitida desde que citada autoria e fonte com hiperligação (link)”

Veja Também:

Voltar à página principal

Comments are closed.

Pesquisa